domingo, 26 de fevereiro de 2012

INDRISAÇÃO #03 - Bocage




Meus dias, que já foram tão luzentes,
Hoje da noite opaca irmãos parecem;
Meus dias miseráveis emurchecem
Longe do gosto, e longe dos viventes:

Horror das trevas, peso das correntes
Olhos, forças me abatem, me entorpecem:
E apenas por momentos me aparecem
Rostos sombrios de intratáveis entes:

Pagam-se da rugosa austeridade;
Antolha-se-lhe um crime, um atentado
Sofrer nos corações a humanidade:

Voai, voai do céu para meu lado,
Ah! Vinde, doce Amor, doce Amizade,
Sou tão digno de vós, quão desgaçado.


Bocage


________________________________________

Triste Fado

Escurece meus dias a tristura;
De não mais desfrutar felicidades;
E sentir gosto só da desventura.

Na treva, que se faz amarga dor,
Não sinto que mereço este meu fado:
Que mais mereço ter do doce Amor.

Mas a Fortuna vale-me a desdita:

Que mais mereço, tenho por mais falto!


Ivan Eugênio da Cunha

3 comentários:

Febo Vitoriano disse...

Parabéns pelo trabalho, essa é uma forma fixa validíssima...

Ronan Fernandes disse...

Bem feito, ficou muito bom! Bravo...

Ivan disse...

Obrigado. :)

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).