quarta-feira, 8 de julho de 2009

Éramos felizes



(À uma família em declínio)


Outrora vi um rosto amigo
Quando meus pés tocaram o limiar
De minha casa, o meu antigo lar,
Não havia no mundo melhor abrigo!

Tantas lembranças levo comigo!
Antes de tudo vir a se transformar:
Pois onde a alegria costumava reinar
Agora é mais sombrio que um jazigo...

E não encontro, em nenhum momento
Quem me compreenda o sentimento
De estar só entre tanta gente...

Nos tornamos desconhecidos
Que vão passando, despercebidos
E mal se olham, tristemente...

2 comentários:

Gabriel Rübinger disse...

Belo, Geovana, muito belo mesmo. Gostei. Apenas dou-te uma dica, estudar um pouco mais métrica... Que você escreve muito bem!

Soaroir Maria de Campos disse...

Primeiro Ato

Alma minha gentil camuflada
Finge, ser parte n/daquela vida
Distante, somente imaginada
Nos atos, e áreas de Aída.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).