sexta-feira, 22 de outubro de 2010

QUANDO EU MORRER

Quando eu morrer, minh’alma, como a garça,
Há de planar, feliz, o meu lugar...
E lá dos céus, silente, há de olhar
O sol, que a noite, aos poucos, já esgarça...

Há de sentir a chuva fina e esparsa
Que, aos poucos cai por sobre a terra e o mar,
E bem suave, leve, qual fumaça,
Nos céus de minha vida irá voar!

Há de rever as serras, matas, rios,
E tudo que deixei por lá um dia,
Aldeias, índios, roças, muito mais...

Os pantanais, seus braços tão macios...
O amado meu! Que tanto me queria!
Depois, talvez, há de partir em paz!

Um comentário:

L.Rommel Werneck disse...

A entrevista que o Hilton fez ficou muito boa. Publicarei o link aqui juntamente com seu minicurrículo na seção nova

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).