domingo, 5 de setembro de 2010

SEM DISFARCE!


Diante desse espelho estou agora...
Como fugir não há de meu olhar,
E meus detalhes passo a debulhar,
E marcas vejo em mim da fria aurora.

Em minha tez um mapa bem traçado,
Com becos, com veredas e mil atalhes,
Que levam-me, sem erro, aos meus detalhes,
De volta me conduzem ao passado!

Exploro cada vinco em minha face,
A recordar amores meus, amantes...
Os tempos mais felizes, tão pujantes!

E a mim me busco, em todos os quadrantes,
Embora a minha vista já se embace,
A mim me encontro, nua e sem disfarce!

3 comentários:

Hilton Valeriano disse...

Maravilhoso soneto!

β λ Я α δ disse...

Gostei muito de sua poesia e do seu jeito de escrever. Prefiro a poesia assim, recindindo a algo antigo, rimado, longe da métrica moderna que rima nada com nada...
Bem, caso deseje, visite-me em meu blog: www.mauprosador.blogspot.com

Abraço!

L.Rommel Werneck disse...

Caríssimo, continue frequentando nosso blog e comente mais textos. Somos vários autores.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).