sábado, 29 de maio de 2010

Sangra teu verso


Escreve com sangue e aprenderás que sangue é espírito. (Nietzsche)


Teu verso sangra, deixa que ele venha
Da rocha mais volátil do teu ente.
Poeta, não estanques, não detenhas,
Permite qu'ele flua levemente...

Teu verso sangra e tira toda senha,
Qu'escorra pela pena tão somente.
Que a Musa ele obedeça e obtenhas
Os versos mais bonitos que tu sentes.

Poeta, tens os versos mais sonoros,
Que poucas liras podem se atrever,
Poesia sei que tens em cada poro,

Um sonho de volúpia e de prazer.
Vai, tece esses versos qu'eu adoro,
Oh, tu és Vate e bem sabes como ser!

[Alessa B.]

2 comentários:

isaac-1 disse...

Bravíssimo. Vejo que a tendência despoetizante da poesia atual deve ser contraposta por um apego (ainda que crítico) à tradição ocidental. Normalmente, o resultado deste retorno são textos belos como este.

Febo Vitoriano disse...

Isaac, leia bnossos textos de TL e tutoriais...

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).