domingo, 16 de agosto de 2009

Anoitecer


Feito a quatro mãos com Déia Tuam.

"Eu entendo a noite como um oceano...
Que banha de sombras um mundo de Sol.
(Apocalipse Agalopado, Zé Ramalho)"

A Tarde vai morrendo atrás dos montes,
Sem nenhuma inconsolável viuvez,
Deixando seus rastros de timidez,
Tingindo irretocáveis horizontes.

Abrindo novos portais, novas pontes,
Cai plena, em comovente vividez,
Antecipando o anoitecer pedrês
E a morte temporária dessas fontes.

Fulgindo some o dia e então o escuro
Numa atroz suavidade, assombrando,
Desfolha no céu um manto obscuro.

Apavora a mansidão, silenciando
Os Profetas na busca do Futuro
Que pelo horizonte vai chegando!


John Atkinson Grimshaw (1836-1893)
The Heron's Haunt, 1874

3 comentários:

Donzela Caçadora disse...

Que é quando o Jovem Bardo Gabriel muito me honra.

Andréia ... disse...

Boa Tarde!

Um amigo indicou-me o blog *-*

Posso dizer que estão de parabéns, pois o blog é realmente lindo, além do seu conteúdo!

Até! ^^

Katatonic disse...

Uma união como essa não podia provir algo melhor do que um soneto como esse. Parabéns a ambos!

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).