sábado, 23 de maio de 2009

JÓIA



O vaso de alabastro e de oferendas
Dedicado ao supremo deus Sol: Febo...
''Eu te dediquei mil flores e prendas,
Pálido virgem, lânguido mancebo! ''

Augusta forma, fino vaso helênico,
Obra de arte perfeita e tão brilhante...
'' O teu corpo expressivo, belo e cênico
Brilha perfeitamente, casto amante! ''

O vaso pagão, jóia das grandezas,
Do qual o povo longínquo se serviu,
Louvado é por museus priscos, tristonhos....

'' Mas teu corpo que nunca se sentiu,
Ícone da pureza das purezas,
Só por mim é adorado em doces sonhos! ''


Rommel Werneck



Minha página no recanto das letras



Abaixo o soneto e a imagem do Discóbolo de Míron ao fundo que alías também foi a parte da primeira postagem do blog. Há também uma versão no orkut do soneto e no fundo o auto-retrato de Albrecht Dürer, capa oficial de nosso blog.

2 comentários:

Flá Perez (BláBlá) disse...

ADORO ESSE!
já te vi declamando esse deliciosamente!

bjbjbj

Lord Rommel Werneck disse...

De fato, em janeiro- fevereiro de 2009 foi meu texto mais lido... Lembra do ZAP? kkkkkkkkkkkkk

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).