segunda-feira, 18 de maio de 2009

Frieza




Na frágil palidez do céu cinzento
Tingido pelas cinzas da beleza,
Respira no silêncio da tristeza
O peito que se afoga em desalento;

Habita a mais espessa profundeza
Do abismo em que repousa meu tormento
O ventre que germina o filamento
Dos sonhos que se trincam na frieza;

Nas dores em que sangram meus sentidos
Os olhos transfiguram mil gemidos
Correndo pelas veias tão vazias;

No solo que permeia essa morada
Eu deixo a minha carne congelada
À lua que perfuma as noites frias.



Carlos André, 4/2/08

2 comentários:

Rommel Werneck disse...

Parabéns! gostei do esquema rimático... Rommel Werneck

Donzela Caçadora disse...

Depois da cólera extremada de anjos, um cadáver que causará deslumbramento.
Pelas mãos de um Poeta.
Rommel, André, Gabriel e quem mais aqui vier.
Estou em casa.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).