domingo, 7 de agosto de 2011

ALTAMISA




Silêncio! Escuta a brisa que murmura,
E sobre as folhas rola e se desliza,
A balançar as flores d’altamisa,
Tão perfumadas, prenhes de candura.

Tu podes escutar a doce brisa?
Ouvir a sua voz na noite escura?
Nas flores d’altamisa ela perdura
E faz juras d’amor, à sua guisa!

E com seu jeito firme, mas galante,
Do modo que s’espera d’um amante,
Nos braços d’altamisa caí, s’enlaça.

E a alisa com seu jeito morno e arfante
E vai! E vem! E a roça quando passa!
Quanta mesura! Quanto garbo! Graça!

2 comentários:

Je Vois la Vie en Vert disse...

Silenciei, escutei, embalada pelas suas doces palavras, imaginando o perfume do altamisa (que não conheço) e fiquei em estado de graça.

Beijinhos, querida Zélia !
Verdinha

Valquíria disse...

Eu ri, feliz, como se tivesse vivido tuas palavras. Lindo!!! beijão.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).