quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Bolha de Sabão


Bolha de Sabão


Tristonha, Nina olhava o horizonte,
e lhe queimavam os olhinhos baixos.
" - Qual a tristeza que lhe embaça a vista,
minha querida ?" – perguntava o avô.

"- Ela sumiu, sumiu..."  assim dizia,
com seu olhar deitado no infinito.
E, ao seu lado, seu avô sorria,
pois não sabia a causa da tristeza.

"- O que sumiu? o que lhe fez tão triste?"
"- Foi uma bolha de sabão que eu fiz,
que se estourou..." dizia e lhe doía
saber que ela nunca irá voltar.

"-  Sabe, querida, muitas coisas vão,
e outras surgem tão bonitas quanto;
no mundo tudo tem o seu destino,
e não importa se for bolha ou gente."

"- Mas ela nunca mais verei de novo!
E onde eu procurar não estará..."
"- Não deixe a mágoa castigar-te a alma,
minha menina de olhar tão doce...

O Sol que hoje tão forte se irradia,
pode amanhã se esconder nas nuvens;
e a árvore que hoje está brotando,
logo amanhã repousará na terra."

"- Mas como a vida pode ter seu brilho,
se tudo algum dia tem seu fim?
Por que tudo no mundo é destruído,
se tudo vivo é muito mais bonito?"

 "- Mas nada some e nada aparece,
as coisas se renovam, se transformam;
não desapareceu a sua bolha,
mas só se transformou em outra coisa..."

"- Mas eu queria tê-la para sempre,
como uma borboleta no ar voando...
Tanto sorri por suas belas cores,
e seu voar meio desajeitado..."

"- Minha querida neta, não se esqueça,
que nada é para sempre, e só existe
o tudo no que se sentiu na alma.
Nada é desfeito, nada agarraremos
nas mãos que um dia nós não soltaremos,
é assim comigo, com você, com tudo.
Chorar não mudará, e, na verdade,
a bolha nunca pertenceu a ti." 
Gabriel Rübinger e Vitor de Silva

3 comentários:

Lord Rommel Werneck disse...

Belíssima balada. Bravos, bardos!

Vitor de Silva disse...

Agradeço, mas a mensagem que fica é a impermanência.

Lord Rommel Werneck disse...

HÃ? Cuma? Verdade, viajei um pouco

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).