sábado, 20 de junho de 2009

CANTIGA AO VENTO




Por Gabriel Rübinger, Boi, e Déia Tuam.


Há muito o Outono foi-se, e foi-se dele junto
Meu amigo, ao vento, para o nunca mais.
Junto às naus tão tristonhas dos donos do mundo,
E ficara eu, sozinha, chorando os meus ais...

             Ó Deus, vê-lo-ei 'inda em vida?
Poupai-me, ó Céus, tão plúmbea crueldade!

Ah! Qual'ora de qual dia será de nossa hora?
Ah! Qual dia de qual mês trar-me-á divina paz?
Ah! Amigo meu, aonde que vou ver-vos?
Tornai, ó Musas e Ventos, tornai-me capaz!

          Ó Deus, vê-lo-ei 'inda em vida?
Poupai-me, ó Céus, tão plúmbea crueldade!

Rogo-vos, apois, vento soberano e puro
Que cá sofro por medo a pensá-lo em perigo
Não mais atuí minh'esperanças insones
E fazei-se bom para as velas de meu amigo!

         Ó Deus, vê-lo-ei 'inda em vida?
Poupai-me, ó Céus, tão plúmbea crueldade!

2 comentários:

Rommel Werneck disse...

Luciano Alencar, Gabriel Rübinger e Déia Tuam apenas? Certo, belo texto! Parabéns! Poema para abertura do e-book? O que acham?

Donzela Caçadora disse...

Ma-ma-mas! Como assim, "apenas"?!?! Três insanos reunidos é pouco?! HEheHEheHE
Esse Poema para abertura do E-Book! Siiiim! rsrs

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).