domingo, 2 de janeiro de 2011

ROLETA RUSSA FOTOGRAFIAS




Antes de mais nada, um inspirador e excelente 2011 repleto de criaturas mitólogicas do Parnaso.

Esta Roleta Russa é especial não só por ser a primeira de 2011, mas também porque tive a ideia durante o Natal em Santo André. As fotografias de minha autoria datam de 25 de dezembro e retratam respectivamente, a Igreja São João Batista do Rudge Ramos e  a Praça dos Meninos, ambos os locais em São Bernardo do Campo.


TEMA: As imagens falam por si
























PALAVRAS UTILIZADAS:  

fúlgido (a) = brilhante
candeia = vela
tez = epiderme, especialmente do rosto 
entonces= então



(Enfim, são palavras diferentes que podem dar o arcaico para o poema e que o poema deve ter, é um meio de auxiliar o artista a deixar o texto retrógrado).




FORMAS POÉTICAS: Creio que as imagens combinariam com indrisos. Mas outras formas como soneto e formas livres ficariam ótimas também...






OBSERVAÇÕES:


- A presença não é obrigatória, a roleta serve para auxiliar;

- Não há prazo para publicar o texto, o autor pode ler, reler e revisar o texto quantas vezes desejar e também registrá-lo na BN( o que é indicado) e até mesmo nunca publicá-lo. Quando o texto por publicado, por no marcador ROLETA RUSSA- ( neste caso, por ROLETA RUSSA FOTOGRAFIAS, mas qualquer coisa, eu mesmo cuido disso);

- O autor pode propor uma imagem ou texto seu, saber que um texto seu inspirou outro escritor aumenta a auto-estima, a foto/ imagem então...

- Abaixo um artigo de Cláudia Banegas sobre o indriso que se trata de um poema em 3-3-1-1 e também op meu texto




 




Um comentário:

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).