terça-feira, 23 de novembro de 2010

VINGANÇA


Pois que me escarre a boca que beijei!
Já não me importa mais a ingratidão,
Se amar, sofrer, chorar tem sido em vão,
E se de mim eu mesma já não sei!

Pois que me atire a pedra a mesma mão
Que um dia, com ternura, tanto amei...
Se mil carícias dela desejei
Hoje não creio mais no amor, paixão!

Já nada mais me atinge ou desespera!
À tua ingratidão não dou guarida,
Nem causam dentro em mim qualquer ferida!

Não pode, não, sofrer quem nada espera!
Quem já não sonha! Quem não tem quimera!
Quem já não crê no amor! Na própria vida!

3 comentários:

Aмbзr Ѽ disse...

achei muito belo o soneto, e queria vir pra te agradecer a visita no terza rima, o blog que divido com o fernandes. gostei muito deste recanto, obscuro, poético, inteligente...

não pude deixar de reparar a nota do rodapé na qual vc fala sobre o fato de não lutarmos contra a modernidade. bom, eu não sou boa em contar as sílabas de um verso, mas tenho intensa admiração pelos escritores que usam das caracterítcas que vc disse lá embaixo: métrica, arcaismos, uma linguagem mais sinestésica, conceptista, culta e rebuscada. apesar de tantos recursos que muitos erroneamente podem julgar obsoletos, é maravilhosp como se construia naquela época uma poesia atemporal.

a proposta desse blog me atraiu muito e sempre que eu puder passarei aqui para ler seus escritos.

http://terza-rima.blogspot.com/

Aмbзr Ѽ disse...

ah, o msn para contato é

misskidha@hotmail.com

L.Rommel Werneck disse...

O terza rima é muito bom. Recomendo...Infelizmente, muita gente interpreta nosso grupo de modo negativo.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).