sábado, 29 de janeiro de 2011

ARQUITETURA

Arquitetura

Aos bancos das etéreas catedrais,
Transpondo as colunatas e arcarias,
Lembrei-me d'outras tardes, d'outros dias,
Que juntos contemplávamos, vitrais...

Das abóbadas régias e ogivais;
E pelo campanário as sinfonias,
Das solitárias seis, e as nostalgias,
Em réquiens, mementos, tantos ais.

Tinha o céu cinerício, lacrimosas...
A mágica feral daquelas eras,
Aquela sensação que não vem mais.

E só lembrar das tardes nuviosas,
E daquelas passadas primaveras,
Aos brancos das etéreas catedrais...

Derek Soares Castro

7 comentários:

Edir Pina de Barros disse...

Belo! Clássico! Pulsante!

Lord Rommel Werneck disse...

Eu tenho um poema com este mesmo nome, mas em versos livres que fui publicado aqui tb, mas em tom mais moderno.

Parabéns pelo soneto! Magistral domínio dos decassílabos e que chave de ouro!!! Chave de prata, prata como o briho metalizado da foto.

Hilton Valeriano disse...

O sentimento de uma religiosidade saudosa...Aqui, mas do que preseneça romântica, senti a presença de um grande parnasiano chamado Raimundo Correa...Não sei se minhas impressões estão equivocadas...Mais um grande soneto! Belo!

André L. R. Cândido - Cretchu disse...

O tema lembra Augusto dos Anjos, e a "arquitetura" (sem querer fazer jogo de palavras com o título) lembra também Victor Hugo. Muito bom mesmo, construído no estilo arcaizante.

Lord Rommel Werneck disse...

Sim. Aliás, Cretchu. Vou te mandar nosso rondel por e-mail. Publicas? Estou saindio de casa e volto só de noite.

Hilton Valeriano disse...

Prezado Cretchu, já leste a entrevista do poeta Derek? Convido-o a lê-la. Está proporcionando boas considerações críticas.

epee disse...

A poesia tradicionalmente romântica e de enredo conciso.

Vagueando entre templos e sinfonias, o poema medita no tempo do outro tempo: o da saudade.

E do suspiro, pela qualidade poética.

REVIVALISMO LITERÁRIO


Poesia Retrô é um grupo de revivalismo literário fundado por Rommel Werneck e Gabriel Rübinger em março de 2009. São seus principais objetivos:

* Promoção de Revivalismo;

* O debate sadio sobre os tipos de versos: livres, polimétricos e isométricos, incluindo a propagação destes últimos;

* O estudo de clássicos e de autores da História, Teoria, Crítica e Criação Literária;

* Influenciar escritores e contribuir com material de apoio com informações sobre os assuntos citados acima;

* Catalogar, conhecer, escrever e difundir as várias formas fixas clássicas (soneto, ghazal, rondel, triolé etc) e contemporâneas (indriso, retranca, plêiade, etc.).